Pixel Show mostra a força da indústria do entretenimento e da cultura geek

Pixel Show mostra a força da indústria do entretenimento e da cultura geek

Do Retrô à Realidade Virtual, festival Pixel Show se consolida como hub de inovação e cultura nerd, com muitas atividades gratuitas

 

O mundo é nerd e, se você entra nesse site e lê nossos textos, já sabe disso. O que talvez você não saiba, é que isso tudo é um mercado, que é chamado de  economia criativa ou indústria do entretenimento e que, mesmo nessa época de crise, esse setor se fortaleceu.

Segundo o relatório da UNCTAD Creative economy outlook (2018), a economia criativa passou de uma arrecadação de US$ 208 bilhões, em 2002, para US$ 509 bilhões em 2015 em todo o mundo. No Brasil, o Mapeamento da Indústria Criativa realizado pela Firjan e divulgado neste ano, mostra que a economia criativa representou 2,61% do PIB brasileiro em 2017, ou seja, R$ 171,5 bilhões.

Nesse cenário, eventos e oportunidades que promovam a economia criativa também ganharam espaço, como o Pixel Show, que se mantém como o Maior Festival de Criatividade da América Latina e completa 15 anos em 2019.

“O evento terá mais de 200 horas de programação e três dias, com um conjunto de negócios que estimula a geração de renda e a criação de empregos, ao mesmo tempo em que promove a diversidade cultural, inclusão e desenvolvimento criativo”, comenta Simon Szacher, criador e organizador do Pixel Show.

De olho nesse público, o Pixel Show preparou novas atrações para movimentar as mais de 50 mil pessoas que devem acompanhar o evento.

Tem atividade grátis

Mais de 80% das atrações dos três dias de Pixel Show são gratuitas e para todas as idades. Além de espaço Kids, Food Park, Tattoo, Arena Musical e exposição do Lego User’s Group, confira algumas que vão dar um empurrãozinho nos negócios:

– Espaço RH: Aqui, criativos que buscam oportunidade de trabalho formal podem conhecer e conversar com recrutadores de empresas que enxergam nesse mercado potenciais profissionais para seus negócios. A participação é gratuita, basta chegar com o currículo, entrar na fila e bater um papo com as empresas.

– Espaço Makers: Artistas amadores e independentes vão expor seus trabalhos em busca de novos negócios, vendas e exposição. “Temos casos muito legais de artistas que começaram como makers, em outras edições do Pixel Show, e hoje expõe com suas empresas e marcas consolidadas”, lembra Allan Szacher, criador e head de curadoria.

– XR Lounge: A tecnologia realmente mudou a forma de fazer e entregar arte e cultura. O espaço dedicado a projetos de realidade virtual e experiências imersivas abre a mente do público para novas possibilidade de negócios e atrações. Entre os destaques, estão o filme “A Linha”, primeiro curta brasileiro produzido em realidade virtual e que foi premiado no Festival de Veneza, e a experiência Ocean Mind, que leva o público para o fundo do mar para nadar com baleias. O Ocean Mind foi apresentado no festival SXSW e vem para o Brasil pela primeira vez.

vintage games

Nada substitui um clássico

E, para os fãs dos games,  o Pixel Show traz, mais uma vez, a exposição meu primeiro vídeo game, com cerca de 130 consoles, dos mais antigos aos atuais, para matar as saudades. Desses modelos, 20 estarão em pleno funcionamento e à disposição para jogar durante todo o fim de semana. É só passar por lá e escolher seu videogame: Atari, Mega drive, Master System, Nintendo, 69, PlayStation, Xbox, Wii, entre outros.

 

 

Business

Para quem quer imergir no mundo criativo e se apropriar de novos conhecimentos, vale investir no conteúdo da conferência do Pixel Show que conta com mais de 200 palestrantes e adquirir o ingresso que dá acesso a todas as salas temáticas além do auditório principal, para acompanhar as palestras.

– Salas temáticas: São oito temas para todos os gostos e vertentes que circulam o mercado de criatividade. Sala Business, Tech, Digital, Pixel Voice, Voxel by Mackenzie, Visionários, Design e Publicidade trazem palestrantes renomados em suas áreas para um bate papo profundo e de conteúdo com o público.

– Auditório Principal: Nomes internacionais de peso estarão no auditório principal do Pixel Show para falar sobre o mercado, perspectivas e promover um brainstorm que leve o Brasil a um novo patamar em criatividade, tecnologia e cultura. Entre os palestrantes desse ano:

  • O designer David Carson, que trabalhou com as maiores agências do mundo e é dono de grandes projetos
  • Steffen Bärenfänger, líder global de criatividade da Mackevision, agência responsável por projetos de realidade virtual de produções como Game Of Thrones
  • Yuko Shimizu, ilustradora e instrutora da Escola de Artes Visuais, que foi escolhida pela Newsweek Japan como uma das “100 pessoas japonesas que o mundo respeita”.
  • Rick Berkelmans, ilustrador do estúdio criativo holandês Heldof. A abordagem criativa, descontraída e inteligente de Berkelmans está presente em inúmeras obras e produtos.
  • Javier Jaén é ilustrador e designer gráfico espanhol. Retrata em suas obras, com linguagem simbólica e lúdica, a experiência cotidiana. Trabalhou nos principais jornais e revistas dos EUA e falará sobre seu trabalho desde o processo conceitual até as soluções gráficas na ilustração editorial, comunicação cultural e instalações de arte.

Para acompanhar as palestras e ter acesso ao espaço de Meet Up é necessário adquirir o ingresso da Conferência pelo site do Pixel Show.

O restante é grátis. É só se jogar.

 

Serviço

Festival Internacional de Criatividade Pixel Show 2019 – 15ª Edição
Abertura da Conferência: 29/11 às 19h.
Neste dia, o credenciamento acontecerá a partir das 17h.
Festival e Conferência: 30 de novembro e 1 de dezembro, das 08h às 21h.
Local: espaço de eventos Pro Magno (São Paulo): Av. Profa. Ida Kolb, 513 – Casa Verde/ SP

Mais informações: pixelshow.co

Nerd oldschool, gamer de primeira geração. Levou a vida de gibi tão a sério que até mestrado sobre o assunto fez. Além de uma tatuagem do Superman. Na vida real é empresário (www.evcom.com.br) e professor universitário (www.faap.br).

Deixe uma Resposta

Seu endereço de email não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*