PerifaCon chega arrebentando ao Capão Redondo

perifacon

Hoje, dia 21 de março, é comemorado o Dia Internacional da Luta contra a Discriminação Racial. E para fazer desse dia algo realmente especial, é um prazer anunciar que a primeira Comic Con da favela, a PerifaCon, acontece no próximo domingo, dia 24 de março, na Fábrica de Cultura do Capão Redondo, na Zona Sul de São Paulo.

 

Trata-se de uma iniciativa das mais válidas e necessárias. O Brasil viveu nos últimos anos uma explosão de eventos do mundo nerd. A CCXP é o maior deles e, inevitavelmente, o mais caro também.

 

Não é fácil trazer gente do nível de um Will Smith, Brie Larson (a Capitã Marvel) e Zachary Levi (o outro Capitão Marvel… ok, vai, o Shazam!). Isso sem falar em toda a infraestrutura do espaço – que no último ano precisou dar conta de 262 mil visitantes. Então é natural que o preço fique alto e inviável pra muitos fãs.

 

Do povo para o povo

É nesse contexto que a PerifaCon se torna ideal. O evento é gratuito e com foco em fomentar a cultura pop, nerd e geek nas periferias de São Paulo. Colocar a periferia em destaque, e estabelecer contato de grandes marcas com a quebrada é, também, um dos objetivos do evento.

perifacon

E isso só foi possível graças ao apoio popular


Em dezembro de 2018, o grupo divulgou uma campanha de financiamento coletivo para suprir os custos da primeira edição. A campanha encerrou no dia 28 de janeiro e arrecadou pouco mais de R$ 7 mil reais que vai suprir parte das despesas do evento.

 

Mas aí, surgiu o patrocínio da Chiaroscuro Studio, empresa que gerencia a carreira de grandes artistas brasileiros que trabalham para Marvel, DC, Dark Horse, entre outras, e que é também uma das realizadoras da CCXP.

 

O que vai rolar

Vai ter programação exclusiva da Chiaroscuro Studios, com artistas  fazendo debates, avaliação de portfólio e sessões de autógrafos.

 

Está marcado para a PerifaCon o lançamento de videoclipe, bate-papo e sessão de autógrafo com o rapper Rashid, além da exposição
“Rap em Quadrinhos” de LOAD & LOUD.

 

Dentro da programação da 1ª edição do PerifaCon está prevista também a presença de editoras como Draco e Companhia das Letras, que farão vendas de seus principais títulos a preços populares. Também marcam presença lojas de músicas, roupas e acessórios como o Boogie Store e 4P.

 

Além disso, haverá feira de ilustrações e quadrinhos – o Beco dos Artistas, sala de games, sala de boardgames, concurso de cosplay, oficinas e atrações.

 

Ocorrerá transmissão da série “Impuros” dos Canais FOX, seguido de debate com Felipe Ferrari e Zico Goes.

 

Papos sérios

A arte será também discutida, em mesas de debate com temas muito importantes para o Brasil atual:

  • Produção e Representatividade Negra nos quadrinhos, com a quadrinista Marília Marz, a artista Lya Nazura e o quadrinista Marcelo D’Salete, vencedor do prêmio Eisner, um dos maiores prêmios dos quadrinhos;
  • Arte e Resistência, com DJ KL Jay (Racionais MC’s) e Clarice França do HQ de Menininha;
  • Produção Independente e Editorial: Qual rumo seguir?, com Sidney Gusman e Rafael Calça;
  • Mulheres no Mundo Nerd com Adriana Melo, ilustradora da Marvel; e
  • Produção de podcast no Brasil – porque ninguém consegue parar de ouvir, com os podcasts Judão e Mamilos.


O simples fato desse evento existir já é uma vitória do povo preto e periférico. E uma vitória do mundo nerd, que mostra sua força ao quebrar barreiras e se espalhar por todos os espaços possíveis.

 

A PerifaCon acontece na Fábrica de Cultura do Capão Redondo, no domingo, dia 24/03, das 10h às 19h e a programação completa pode ser vista aqui.

 

Nerd oldschool, gamer de primeira geração. Levou a vida de gibi tão a sério que até mestrado sobre o assunto fez. Além de uma tatuagem do Superman. Na vida real é empresário (www.evcom.com.br) e professor universitário (www.faap.br).