Beatlemania Experience – The Beatles Biography

Beatlemania Experience – The Beatles Biography

Conferimos a megaexposição sobre o Quarteto de Liverpool em São Paulo que traz objetos raros, instrumentos originais, imersão e interatividade tecnológica.

Finalmente chegou em São Paulo a tão aguardada exposição ‘Beatlemania Experience‘. Localizada ao lado do estacionamento externo do Shopping Eldorado, a grande estrutura vista de fora não dá ao futuro visitante a menor noção do que ele encontrará lá dentro. Logo no início, um telão exibe um curto vídeo que começa com cenas de uma Inglaterra do início da década de 1940 devastada pela Segunda Guerra Mundial – cenário e época onde nasceram John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Em seguida, nos deparamos com uma modesta reconstituição do palco onde John Lennon se apresentou com seu grupo de skiffle ‘The Quarrymen‘ em uma festa na Igreja de St. Peter, em Liverpool, no dia 06 de junho de 1957. Essa apresentação foi a pedra fundamental da história dos Beatles (e consequentemente do Rock e da própria cultura pop) pois na platéia estava um certo moleque chamado James Paul McCartney que logo em seguida seria apresentado ao debochado e reticente John – que mais tarde daria o braço a torcer, reconhecendo o talento de Paul e convidando-o a fazer parte da banda.

DSC_0576

O corredor cujo cenário evoca a Liverpool do final da década de 1950 nos leva a uma sala que recria o palco do icônico Cavern Club com os instrumentos com que o grupo, já conhecido como The Beatles, se apresentou por lá numa série de shows entre 1961 e 1963.

DSC_0581 DSC_0586

Numa outra sala, mais instrumentos e entre eles, chama a atenção dos verdadeiros fãs da banda, o primeiro violão de George Harrison.

DSC_0599

Na sequência entramos numa sala que traz verdadeiro clima da beatlemania com várias telas de TV antigas exibindo apresentações do auge do grupo e fotos diversas pelas paredes. Nas prateleiras, vários itens de época, raríssimos – alguns autografados pelos próprios – como discos, brinquedos, souvenirs de todo tipo e publicações diversas… guitarras como as belíssimas Rickenbacker de 12 cordas utilizadas por Lennon e Harrison, as Gretsch espetaculares de George e o indefectível baixo Hofner de McCartney.

DSC_0613 DSC_0624 DSC_0620

Aí vem uma das melhores surpresas da exposição: uma sala onde colocamos óculos de realidade virtual com fones de ouvido e somos transportados pro meio da plateia do histórico show que os Beatles realizaram em 1965 no Shea Stadium, em Nova York. Ao som de ‘Twist and Shout‘ podemos fazer uma varredura visual de 360º e enxergar, além dos caras no palco, a plateia em volta com todas aqueles meninas se descabelando e gritando, o granado, o céu… Muito bacana!

Outra experiência interessante é um mapa-múndi projetado numa tela de tecido com alguns pontos vermelhos. Quando tocamos esses pontos, que marcam países importantes da trajetória e turnê do grupo, se abrem novas telas com fotos que podem ser ampliadas através de toques e movimentos das mãos… como numa tela touch screen – só que é uma projeção numa tela feita de um tecido sintético e maleável! Fiquei feito criança e me senti no filme ‘Minority Report‘.

E a diversão continua com um cenário de reconstitui o interior do ‘Submarino Amarelo‘ onde podemos ver, através de periscópios e janelinhas do submarino, cenas da clássica animação enquanto caixas de som reproduzem a trilha do filme. Aliás, outro detalhe importante é que cada cenário tem um DJ – que coloca pra rolar as canções específicas da época retratada ali.

DSC_0665

Na sequência entramos no cenário Abbey Road Studios e lá estão roupas da fase mística e do Sgt. Pepper’s, com projeção de luzes psicodélicas, muitas fotos e mais instrumentos.

DSC_0642 DSC_0656 DSC_0647

O que foi a cereja do bolo, pelo menos pra esse que vos escreve? Numa sala que relembra a derradeira apresentação dos Beatles realizada no telhado da gravadora Apple, em Londres (em 30 de janeiro de 1969) está a Fender Telecaster feita de jacarandá que George Harrison utilizou naquele show e na gravação do álbum ‘Let It Be‘. E não é réplica, não – é a própria e confesso que, sendo guitarrista e fã da banda, senti um arrepio na espinha diante do belíssimo instrumento – que nitidamente recebeu muito carinho e uns bons banhos de loja de lá pra cá. O único ponto fraco da exposição está justamente ali: uma projeção dos Beatles tocando ‘Don’t Let Me Down‘ é clara demais, sem cor, meio “sem corpo” e algo fantasmagórica. A seguir, os visitantes podem tirar uma foto atravessando a faixa de pedestres eternizada na capa do disco ‘Abbey Road‘ pra levar de recordação

As quatro salas seguintes são dedicadas a Paul, George, Ringo e John e suas respectivas carreiras solo com instrumentos e objetos utilizados ou autografados por eles. A sala dedicada a John Lennon tem uma réplica do piano branco que aparece no video de ‘Imagine‘ com uma rosa, uma foto e os típicos óculos de aros redondos sobre o instrumento. É apenas uma réplica… mas aquela visão ao som de ‘Imagine’ me deixou com um nó na garganta.

DSC_0696 DSC_0695 DSC_0700

A exposição se encerra na loja de souvenirs onde o visitante pode adquirir objetos diversos (canecas, chaveiros, almofadas…), camisetas, cds, dvds e até instrumentos.

A ‘Beatlemania Experience‘ é um presente pros fãs brasileiros e também uma oportunidade pra quem ainda não conhece a trajetória de umas das maiores e mais influentes bandas de Rock de todos os tempos. O ingresso custa R$ 50,00 e a experiência vale cada centavo.