Escape room em realidade virtual tem aventura baseada em Assassin’s Creed

Escape room em realidade virtual tem aventura baseada em Assassin’s Creed

Ambientado na Grécia Antiga, “Beyond Medusa’s Gate” pode ser jogado em times de duas ou quatro pessoas

 

Se tem uma coisa que a gente aqui no Armazém adora, é novidade tecnológica. E quando envolve jogos então, aí a gente fica louco.

Aí olha que legal isso aqui: depois da febre dos escape rooms, não demorou para alguém colocar um pouco mais de tecnologia nesse negócio e trazer um óculos de Realidade Virtual (VR) para a mistura.

De um lado, isso diminui o espaço necessário para ter uma escape room. E, de outro, facilita que novas aventuras, com referências já conhecidas, entrem no esquema.

Viagem pela História

Aqui em São Paulo, o Voyager, um centro de entretenimento em VR, passou a oferecer uma aventura baseada no já clássico game “Assassin’s Creed”. Para quem não conhece, nessa série de jogos acompanhamos duas sociedades secretas, os Assassinos e os Templários, ao longo da História da humanidade.

Assassin’s Creed é conhecido pela pesquisa e exatidão histórica dos cenários e roteiros. Recentemente, após o incêndio que destruiu a catedral de Notredame na França, a Ubisoft – estúdio que produz o jogo -, ofereceu os modelos 3D do game para servir de base para a reconstrução. Ou seja, o nível de qualidade deles é altíssimo.

Então imagine mergulhar em um ambiente virtual desse nível. Essa é a proposta de “Beyond Medusa’s Gate”, uma produção da Ubisoft, inédita no Brasil, que mistura a tradicional dinâmica de jogos de escape room com realidade virtual.

O jogo

Esse conteúdo interativo multiplayer pode ser jogado em times de duas ou quatro pessoas e se passa na Grécia Antiga. Na aventura, os participantes têm 60 minutos para resolver puzzles em equipe e escapar de uma grande caverna à beira do mar Egeu, onde o navio dos Argonautas está ancorado.

O mais legal é que, para superar esse desafio em escala real, é necessário muito trabalho coletivo e raciocínio rápido. No início da aventura, os jogadores escolhem seus personagens entre seis opções e podem customizá-los com acessórios.

Na Voyager, essa atração é indicada para consumidores a partir de dez anos. A experiência é feita com o auxílio de uma mochila-computador, óculos de VR e controles, e os participantes são livres para se movimentar pelo ambiente e interagir com o cenário de diversas formas.

Antes de começar as sessões, os times recebem orientações sobre uso dos equipamentos e narrativa. Não é necessário ser gamer ou conhecer a série Assassin’s Creed para se divertir, mas quem é fã do jogo da Ubisoft identificará diversas referências.

Mais do que um simples jogo, esse tipo de atividade ajuda, por exemplo, no estudo de História e de Literatura. É um ótimo exemplo de como os jogos podem servir como atrativo para que crianças e jovens se interessem mais por assuntos que, na escola, muitas vezes são passados de um jeito chato e antiquado.

 

Serviço

Dias e horários: De segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 11h às 22h

Onde: Morumbi Town Shopping (Av. Giovanni Gronchi, 5930, São Paulo/SP)

Preços: R$59,90 (de segunda a quinta) e R$69,90 (de sexta a domingo).

Número de participantes por sessão: 2 ou 4

Idade: acima de 10 anos

Nerd oldschool, gamer de primeira geração. Levou a vida de gibi tão a sério que até mestrado sobre o assunto fez. Além de uma tatuagem do Superman. Na vida real é empresário (www.evcom.com.br) e professor universitário (www.faap.br).