Versão live-action de Mulan começa a ser gravada

Mulan

Mais uma produção consagrada como desenho animado se prepara para ganhar vida com atores reais

 

Numa estratégia que vem passando por altos e baixos desde 2010 (com “Alice no País das Maravilhas”), a Disney se prepara para lançar mais uma versão live-action de seus clássicos animados. A produção que se inicia agora é Mulan.

 

Gravações

 O filme será gravado em locações na China e na Nova Zelândia e tem estreia prevista no Brasil para 26 de março de 2020.

 

Liu Yifei foi escalada como Hua Mulan após uma busca global que durou um ano. Juntando-se a ela no filme estão: Donnie Yen, Jason Scott Lee, Yoson Na, Utkarsh Ambudkar, Ron Yuan, Tzi Ma, Rosalind Chao, Cheng Pei-Pei, Nelson Lee, Chum Ehelepola, Gong Li e Jet Li.

A história

“Mulan” conta a aventura épica de uma jovem destemida que se disfarça de homem para combater os Invasores do Norte que estão atacando a China. A filha mais velha de um honrado guerreiro, Hua Mulan, é espirituosa, determinada e muito ágil. Quando o imperador emite um decreto que um homem de cada família deve servir no exército imperial, ela entra em cena para tomar o lugar de seu pai doente como Hua Jun, tornando-se um dos maiores guerreiros da China.

“Mulan” é dirigido por Niki Caro com roteiro de Rick Jaffa & Amanda Silver e Elizabeth Martin & Lauren Hynek baseado no poema narrativo “The Ballad of Mulan”. Os produtores são Jason T. Reed, Chris Bender e Jake Weiner com Barrie M. Osborne, Bill Kong e Tim Coddington atuando como produtores executivos.

O longa de animação da Disney, lançado em 1998, tinha vozes de estrelou Ming-Na Wen, Miguel Ferrer e Eddie Murphy e foi indicado ao Oscar® e a dois Globos de Ouro®.

 

A história do guerreiro lendário é um dos contos populares mais populares da China e ainda hoje faz parte do currículo nas escolas chinesas.

Nerd oldschool, gamer de primeira geração. Levou a vida de gibi tão a sério que até mestrado sobre o assunto fez. Além de uma tatuagem do Superman. Na vida real é empresário (www.evcom.com.br) e professor universitário (www.faap.br).